Vitória de Samotrácia e Beyonce!

Vitória de Samotrácia e Beyonce!

Muitos comentários e até teses sobre o novo clip de Beyonce e seu marido no Museu do Louvre em Paris, para os fãs o ápice do atingível pelo casal, para outros… Uma das obras mais importante de Museu do Louvre, datada do ano de 190 a.C, uma escultura  em mármore do período helenístico grego.  No alto de uma escada, de onde se tem a sensação de que essa vai sair do chão, ou de que o vento está soprando suas vestes molhadas.

Por que está em um lugar de destaque no Louvre?

Se trata de uma obra que marca um período de grandes avanços econômicos, sociais e intelectuais da época. Muitos pensadores  que influenciam  nossa forma de pensar até hoje, como Sócrates, Platão e Aristóteles. Um período de questionamento sobre crenças. A belíssima escultura em mármore, com as roupas coladas no corpo, um movimento recriado em pedra bruta, um caráter mágico que renovou as artes, diferenciando os homens dos Deuses. Vitória de Samotrácia ou Nice de Samotrácia, representa a deusa grega Nice (Nike, em grego), ou seja, a deusa da Vitória.  Foi encontrada na ilha grega de Samotrácia, situada no norte do mar Egeu, ilha essa que se tornou famosa após a descoberta da escultura em pedaços, em 1863.Os braços e a cabeça da escultura jamais foram encontrados.

Onde entra Beyonce e seu marido? A obra escolhida a dedo onde a musa pop ora canta, ora dança na frente da escultura, um reflexão, frente a uma arte fundamentada em bases brancas européias, questionando a castração da cultura e da arte negra nesses períodos.

Acredito que seja pertinente dizer que teremos ainda um longo caminho a trilhar e de verdade, não sei se algum dia poderemos pagar de forma justa tudo que foi feito aos negros ao  longo da história da humanidade. Seria quase certo afirmar que  a cultura negra esteja tendo a possibilidade de se desenvolver a pouquíssimo tempo,  ainda mais nos Estados Unidos onde a segregação sempre foi dura, muito mais que no Brasil, onde é inegável a mistura de raças.

A postura de Beyonce e Jay Z no clipe, reivindicam o lugar dos negros nas artes, a vitória conquistada pelo casal financeiramente, onde alugam o Museu do Louvre, e se colocam como grandes obras de arte ao lado das obras mais conhecidas do mundo, como Monalisa, a  coroação de Napoleão e muitas outras.

A arte sempre vai ser manifestação de acontecimentos e formas de ver o mundo em determinados períodos, histórias de nossos antepassados, gostando ou não, que de alguma forma contribuíram para que eu, você, e quem conhecemos hoje, estejam presentes e façam parte do nosso pequeno mundo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: