Quem Foi Rothko? E o que ele quer te mostrar?

Quem Foi Rothko? E o que ele quer te mostrar?

Rothko nasceu na Rússia, mas ainda pequeno deixou o país em 1913 com sua família para fugir da ameaça da guerra civil que acabou se concretizando alguns anos depois.

Imigraram para os Estados Unidos, onde estudou arte e começou a desenvolver sua carreira. Demorou muitos anos para que encontrasse seu estilo pessoal.

“A progressão na obra de um pintor, enquanto viaja pelo tempo de um ponto a outro, há de apontar para a claridade:

Em direção a eliminação de todos os obstáculos entre o pintor e a idéia, e entre a idéia e o observador” (Rothko)

Quando já havia atingido o topo como artista, sendo representante da arte abstrata, criticava duramente a arte moderna da época, como as obras de Andy Warrol, Jaspers Jonhs, entre outros.

Seu incômodo com a cultura pobre na arte de forma geral era clara e sonora. Claro que acabou sendo taxado como tradicionalista demais para o dito momento de liberdade e criatividade da época.

Me parece até um pouco com o Brasil de hoje, em relação a cultura, estamos cada vez mais empobrecidos.

Não buscamos transcendência, consumimos o que nos oferecem e tomamos para nós como certo e típico. 

Mas para parte dos jovens a irreverência atrai, faz parte da etapa de ser jovem desconstruir o mundo tradicionalista, criticar o sistema, mas sem maestria para apresentar soluções.

Se pararmos para observar, em todas as gerações, ano após ano, é o que tradicionalmente a juventude faz.

No entanto quando não temos mais 20 anos, nos deparamos com algumas verdades.

Entre elas, que a  juventude passa, que o dinheiro realmente não resolve todas as questões.

Um corpo perfeito não manterá um relacionamento feliz e finalmente percebemos que o mundo não gira ao nosso redor.

A arte de Rothko  se trata  da vontade de buscar uma experiência, mesmo com nossas angústias, muito  além do  senso estético.

Ele buscava uma conexão profunda, sem forma, sem definição, sem estar preso a nada.

Incomodava Rothko que a arte estava perdendo a capacidade de transformar as pessoas de forma real.

Para ele, as muitas distrações do mundo e o consumismo alienava cada vez mais as pessoas.

Rothko dissera que seus quadros eram como portais, em um mundo desconhecido. Apenas só quem estava disposto a correr riscos poderia explorar.

As obras de Rothko valem milhões, mas para nós seres normais, que sem dúvida não temos milhões disponíveis,  não se refere ao valor monetário.

Estamos falando de alguém que se incomodava com o que estava acontecendo em sua volta.

Rothko queria que as pessoas não se perdessem no nada, nem no seu próprio vazio.

  • Principais Obras de Rothko
  • Principais obras de Rothko
  • Principais obras de Rothko
  • Principais Obras de Rothko

Quer saber mais sobre o mundo da arte? Conheça nosso Curso clicando abaixo:

Curso online – Introdução à Historia da Arte.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: