O que Aprendi com Ariano Suassuna

O que Aprendi com Ariano Suassuna

Ariano Suassuna, brasileiro, paraibano, escritor, romancista, poeta e professor. Idealizador do Movimento Armorial que incentiva a cultura e autor de diversas obras, como o Auto da Compadecida e o Romance d’A Pedra do Reino.

Ariano sempre cultivou um enorme amor pelo Brasil e pelo povo brasileiro, quem não se deliciou com o humor, simplicidade e esperança no amanhã dos amigos João Grilo e Chicó, do Auto da Compadecida?

Pois é, Ariano sempre representava o povo brasileiro, sofrido sim, mas com uma incrível vocação para ser feliz, de dar inveja a qualquer outra pessoa em qualquer lugar do mundo.

Falando agora da literatura como uma forma de expressão artística, vou colocar abaixo um pequeno trecho do livro de Ariano Suassuna “Romance de Dom Pantero no Palco dos Pecadores”, pois acredito que resume bem a forma como Ariano entendia o poder transformador de sua arte e como ela poderia impactar a vida de todos que tivessem contato com ela, naquele momento ou no futuro.
“Ao começar meu trabalho de escritor (em 7 de outubro de 1945), não digo que já tivesse clara consciência do que disse até aqui. Mas, “na noite criadora da vida pré-consciente do intelecto “noite talvez mais clarividente do que a luz da razão puramente reflexiva”, eu já acreditava que devia escrever como se a sorte do meu País, do meu povo, da Rainha do Meio-dia e até do Mundo dependessem do que eu fizesse. Não tendo poder político nem econômico, isso era o que podia fazer: um Romance, um Teatro, uma poesia que pelo menos não *aviltassem o nosso País; uma Arte que, por ser ligada ao nosso povo, pelo menos também indicasse um caminho político e esboçasse uma teoria do Poder que, expressando esse mesmo Povo, desenhasse o contorno do mapa capaz de definir nosso País como Nação.
Infelizmente, via-me obrigado a constatar:  o que conseguiríamos fazer era pouco, muito pouco; porque , apesar de figuras luminosas como Gabriel Joaquim dos Santos, Euclydes da Cunha, Heitor Villa-LOBOS, Lima Barreto ou Augusto dos Anjos, continuam violando e roubando a alma e a honra do nosso País, cuja linha de frente é a nossa Cultura.”

*aviltassem: desmerecessem, desvalorizassem, deprimissem, humilhassem, desengrandecessem, detratassem, depreciassem, rebaixassem, desprestigiassem.
Ariano Suassuna sempre me inspirou e continua me inspirando. O que  podemos fazer pela arte, cultura e educação, se a todo tempo tentam diminuí-las? Tentam fazer com que nosso país seja menos. Como podem dizer que o povo brasileiro não se interessa por arte e cultura? Um país que sempre acolheu todos os povos de braços abertos. Se olharmos outros países, veremos que em muitos deles existe ainda hoje uma segregação muito grande, isolam as pessoas em um espaço, um bairro específico, como se estivesse mandando um recado, por vezes velado: “você até pode ficar aqui neste espaço, mas nunca será um de nós”. Sair de nosso país em busca de algo melhor é direito de cada pessoa, somos livres, cada um faz por si o que acha melhor, mas sair do nosso País e falar mal, isso não podemos aceitar. Temos que dar nossos 150% para transformar nosso país naquilo que acreditamos e não desistir, ainda que pareça difícil ou até mesmo impossível.
Ariano Suassuna nasceu em 1927 e veio a falecer em 2014, ele mesmo disse que foi professor desde os 17 anos, mas que somente depois de velho é que realmente começou a ensinar…E ensinou muito.
A Galeria 419, acredita que a Arte e cultura são para todos. Acreditamos que as pessoas podem se transformar através da arte, cultura, educação, mudar sua forma de pensar, sua forma de ver o mundo…Essa é nossa missão e que possamos encontrar pelo caminho outros brasileiros dispostos a dar a esse País a dignidade e a importância que Ele merece em cada pequeno gesto do nosso dia.
Grande abraço,
Fernanda Rocha

2 comentários sobre “O que Aprendi com Ariano Suassuna

  1. GRANDE brasileiro, amante incondicional de seu país e do povo brasileiro. Escritor bem humorado, soube retratar a alma do povo como ninguém. Eu amava assistir suas imprevistas. Aprendi muito com ele.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: