5 fatos sobre Andy Warhol na cultura pop

OS cinco fatos sobre Andy Warhol Jr., nascido na Pensilvânia, mais conhecido como Andy Warhol.

O pintor e cineasta formado em design pela Universidade Carnegie Mellon é um dos maiores ícones da pop art, conceito que ajudou a criar.

Ele trabalhou como ilustrador de revistas obtendo sucesso no cargo, e a partir do ano 1960 passou a assinar seus trabalhos.

Os temas do cotidiano, artigos de consumo e figuras famosas (Elvis Presley, Marilyn Monroe e até Pelé) reproduzidas com cores fortes, brilhantes e tintas acrílicas em serigrafias ou colagens usando materiais descartáveis.

Andy Warhol morreu em 22 de fevereiro de 1987 aos 58 anos, após uma operação na vesícula biliar.

Ao contrário da sua frase célebre de que “no futuro todo mundo terá 15 minutos de fama”, a dele durou muito mais.

Até hoje ele influencia a arte e a cultura pop.

Fato 1: Ele mudou a forma de fazer arte

Andy Warhol fazia arte de muitas maneiras, mas a quem diga que a forma mais revolucionária foi introduzir o conceito de arte colaborativa.

Foi o primeiro a criar o que hoje seria considerado um “coworking”, a famosa “The Factory”. Um espaço para reunir artistas e permitir criações conjuntas.

Fato 2: Ele foi um visionário ao perceber como seria a fama atualmente

A frase clássica de Andy Warhol pode parecer óbvia em tempos de redes sociais e influenciadores digitais.

O artista foi além e previu toda a nossa cultura atual de celebridades instantâneas.

Segundo ele, chegaria o dia em que as pessoas poderiam ser famosas simplesmente por serem quem elas são ou fingem ser.

FATO 3: Criou a primeira “it” girl

Se hoje existem milhares de blogueiros, em parte é graças à influência que Andy Warhol ajudou a construir na opinião pública.

Ele adotou como “projeto particular” ao lançar ao estrelato Sedgwick, uma socialite — e conseguiu, mais tarde ele veio a falecer por overdose.

FATO 4: Ele usou a arte como um diário dos nossos tempos

Toda a obra de Andy Warhol pode ser vista como uma representação dos eventos mais importantes da época, quase uma espécie de diário.

FATO 5: Ele destacava a beleza das coisas mundanas

Um dos maiores legados de Andy Warhol é mostrar que tudo, no fundo, pode ser transformar em arte.

O método de fazer releituras de retratos de objetos usando cores fortes e outros materiais para destacar a beleza de coisas mundanas inspira outros artistas contemporâneos como Jeff Koons, Cindy Sherman e Gerhard Richter.

Publicado pela: https://revistagalileu.globo.com/Cultura/noticia/2018/08/5-fatos-que-explicam-o-impacto-de-andy-warhol-na-cultura-pop.html

Warhol procurou eliminar de sua obra os valores artísticos, disse que aprendeu a ver a arte comercial como verdadeira arte.

Contraponto:

Claro que nem todos apreciam a pop art, o crítico de arte Morse Peckham disse que “as obras de Warhol não deixam nada para o critico fazer, nem para  o público, exceto compra-las se forem tolos, coisa que a maioria com certeza é”.(Segundo ele).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: